sábado, 15 de agosto de 2009

A mulher do campo


Poema e tela : Graça Campos




Antes de o galo cantar,
Já botou água no fogo pra ferver...
Eu sei: olha lá a fumaça a escapar da chaminé...
O cheiro de relva, o sabor do café (com rapadura ou açúcar).
Já tem vida acordada antes do raiar do dia

Ela se ajeita e dá a partida,
O companheiro e a marmita
A família está de pé

Os filhos vão daqui a pouco
Na estrada de chão
Certamente, pra escola do alfabeto e do pão,
E das lições da vida!

As mulheres estão ceifando.
Anunciata, uma dessas, lá das bandas do Cipó
De uma famosa montanha, de campos a seu redor...

Assim é essa mulher, que se arruma e sai pra lida.
Faça chuva, faça sol... Não tem tempo a perder...
Não tem férias... Ai, meu Deus, não tem férias...
Ronda o medo de sofrer... Ai, meu Deus!



Graça Campos Todos os direitos reservados ao autor. Não autorizada cópia. Indique a leitura através deste blog: http://gracacampos.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário