sábado, 15 de agosto de 2009

As Cinco Marias do Morro


Poema e tela: Graça Campos




Lá vêm as Marias enfileiradas
Tão erguidas, puras, ritmadas
Desfilam negras de branco
Rostos sérios
Compromissos assumidos
Em cada colo fita azulada
Ostenta cruzada
A Santa Mãe da medalha

Devotas de sua fé,
Descem morros centenários
E percorrem a cidade
Que se arruma em procissão
Sobem mais fortes montanhas
Transportando e removendo
O sustento de suas vidas
Alimentadas suas almas...

Marias! Cinco Marias!
Misteriosas
Precisas
Preciosas Mulheres
Caminharam para o Céu...




Todos os direitos reservados ao autor. Não autorizada cópia. Indique a leitura através deste blog: http://gracacampos.blogspot.com

Um comentário:

  1. Só quem as conheceu como nós, sabe realmente retratar a pureza de corpo e alma que muito bem traduzia as "cinco Marias".
    Marias, de raça, de fé, de amizade, de cor, alvas em suas vestimentas, alvas em suas plenitudes.
    Simplesmente, Cinco Marias!!!
    Beijos!

    ResponderExcluir