segunda-feira, 17 de agosto de 2009

Do amor

Poema e pintura: Graça Campos




sentido das eras

aurora dos amantes

das horas dos laços eternos...


O amor que, ora louco, desata a sentir

um forte jeito de olhar e de querer

Sorte de uns, azar de outros

e contorna contorcendo-se em cenas

de sonhar o amor


Cantador adentra noite,

penetra coração, casulo leito

avista no luar o ser amado

compõe declarações inebriantes,

testemunhas em vozes dos amantes


Amor escolhe dia nem idade,

nasce do nome perfeito da flor,

deflora tempo, causa e razão

do bem- querer daquele que jurou

“Eternidade”, acaso for,

Aquela que o poeta consagrou

“enquanto dure”



Graça Campos 17/08/2009.
Todos os direitos reservados ao autor. Não autorizada cópia. Indique a leitura através deste blog: http://gracacampos.blogspot.com

Um comentário: