quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Esquinas




Um casal dispersa a pressa

E rouba a cena

Entre beijos

Mais ali outra esquina

Um menino correndo se esconde

Brinquedo...

Outra rua e as esquinas se dobram gentis aos passantes

Convite: “Devagar e sempre”

Todas as ruas sem pressa, sem roubos

Sem assaltos
Só saltos
Altos e baixos

Ou simplesmente pés caminhando descalços...

Nas ruas e esquinas avista-se paisagem serena

De um horizonte possível...




Graça Campos / Belo Horizonte, 08/10/2009.

Todos os direitos reservados ao autor. Não autorizada cópia. Indique a leitura através deste blog: http://gracacampos.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário