terça-feira, 13 de outubro de 2009

Homenagem a Luiza

Foto e Poema: Graça Campos


Ser divino




Eu te bendigo, criança!

Ser divino Alfa

Que traduz a leveza de minha alma e

Deixa-me tornar eu mesma


Tu, que plantas sonhos de viver

Vestida de cor de rosa

Fada do Amor

Tu és néctar, flor!


Quando te vejo

Pego carona na tua viagem

Retorno ao mundo esperança


Salve criança!

Doce borboleta

Deixa-me levitar contigo

E desvendar os segredos dos teus olhares pensativos!


Tuas mãos criam mil brinquedos

E tecem preces avulsas, quietas, inquietas...

Teus pensamentos ao longe vão buscar a formosura

E trazes encanto, doce criatura!


Em teus tropeços atrapalhados, cais e te levantas

Correndo atrás de teus sonhos...

Ser divino!...






Autora: Graça Campos Belo Horizonte, 12/10/2009.
(Homenagem à Luiza, minha neta adorável!)

Todos os direitos reservados ao autor. Não autorizada cópia. Indique a leitura através deste blog: http://gracacampos.blogspot.com

Um comentário:

  1. Comentário de Luciana Araújo Campos em 6 novembro 2009 às 0:11
    Mãe, além de belíssimo texto e fonte de inspiração, há o encanto pueril de sua menina interior Graça, de sua menina exterior Luiza, de suas muitas meninas... Poesia encantadora, prova de talento inesgotável da artista completa e complexa, Graça Campos.
    Beijos, parabéns.

    Obrigada pela homenagem à nossa princesa Luiza.

    ResponderExcluir