domingo, 7 de fevereiro de 2010

EVOLUÇÃO...

A criatura que se vê
Se vê com olhares ternos
Acolhedores, compreensivos
Sem julgamento
O semelhante abraça
O peito aberto encoraja e ama

Evolução só haverá
Se conquistado for o caminhar
Trilhas árduas emanem paz equilibrada
Iluminadas sejam as invisíveis moradas
Corações humanos...

Autora: Graça Campos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário