quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

Poema de Aniversário / 2008.

Poema Para Graça.

A graça escorre de dentro do self,liquefeita,
Banha o entorno, recria a luz,
arma o sorriso, direciona a mão.
Cores fulguram ,matizes eclodem ,
quais fogos de artifícios em mãos de criança.
Palavras se enroscam em arabescos barrocos
ou apenas viram folhas e pétalas.
Dize-que diz de si mesma, representa
a riqueza de seu mundo interior.

Graça, cercada de graças.
Nuvens grávidas de criatividade,
disfarçam-se esparsas.
Vai chover .
Muita novidade começa a acontecer,
quando pinta,canta ou escreve.
E gosta mesmo é de dançar, de alma leve,
olhos profundos e sorridentes.


Clevane Pessoa de Araújo Lopes, com desejos de felicidades nos tapetes de pétalas que perfumam seus caminhos.


Este poema é dedicado à Graça Campos, pelo seu aniversário em 2008. Está em www.poetaspoesiaepaz.blogspot.com/

Todos os direitos reservados ao autor. Leia-o neste blog ou em www.poetaspoesiaepaz.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário