domingo, 14 de novembro de 2010

SIMPLESMENTE

Imagem da web


Amar
Respeitar
Reconhecer
Naturalmente seria
Um gesto simples de viver
Cada qual com sua voz,
Cada qual com seu silêncio

Assim haveríamos de ser
Simplesmente irmãos
Navegantes aprendizes
Sem barulho,
A prestar atenção ao balanço das ondas
Sem julgamentos,
Do ponto de vista do conhecimento
Ninguém ousasse ser superior

Somos apenas caminheiros
Levando na bagagem as diferenças
Se somadas, seriam providentes
E por mais que alcancemos algum porto,
Descobriremos novos horizontes
Haverá motivos para novas viagens,
Em novas fontes, outros mares
Em cada olhar, em cada esquina
Por onde passarmos
Em nossas possibilidades
Deixemos marcas de boas histórias,
De coisas engraçadas, de risos, de piadas,
De um tempo útil, motivador da vida!

Simplesmente!






CAMPOS, Graça. Texto. SIMPLESMENTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário