terça-feira, 4 de janeiro de 2011

CINCO GERAÇÕES

Imagem do Google


Minha mãe é Maria
Que “Das Dores” não tem nada.
É a “Maria Vitória” e também “Auxiliadora”
Tamanha dedicação...

As pessoas a procuram
Ela se desmancha em preces
Pede a Deus e agradece.

Minha mãe é a primeira
Filha de Maria Cândida
Que sempre mostrou candura,

É avó de outra, primeira.
Graça, que tece a ciranda
Brinca de roda com mais três crianças

Menina-mulher,
Menina mulher,
E a terceira menina.

Hoje são mulheres feitas...

E tem ainda a netinha,
Filha de minha filhinha,
Bisneta de minha mãe,
Tetraneta de minha avó.

Graça Campos



CAMPOS, Graça. Poema. CINCO GERAÇÔES. Do livro de poemas,  "Olhares de Mulher".

Nenhum comentário:

Postar um comentário