segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

EPIGRAMA


Imagem da web


Voa em plena luz do sol ave misteriosa
Douradas penas, conquistado sonho
Nesta manhã tão clara, imperiosa!

Na imensidão do céu surgem pequenas notas.
Um par de asas rufla, quebra-se o silêncio.
E na canção delira a liberdade!




Graça Campos, 10/01/2011.

Nenhum comentário:

Postar um comentário