quarta-feira, 21 de setembro de 2011

LUA, LUAR...

Imagem da web


O luar abriu sorriso
passeou pelas montanhas
alcançou sombras da noite,
andando pelas veredas
mais recônditas da vida...

E em silêncio prateado
ditou palavras medidas
acordou os meus sentidos
de tempos adormecidos
Banhou de alvura meu sonho
E no som da esperança
derramou sua doçura
Dispersando desenganos...

O luar, olhos da lua,
lançou seu olhar comprido
soprou coração em chamas
deitou seu brilho em carícias
reparou nos olhos meus
profundamente cerrados

Serena Lua assistia
aos galopes de minha alma
conflitos que se esvaiam
nos ais daquele momento
Tantas fases desvendadas
Em plenas abstrações...

Lua, luar ,
Olhos da lua
 No meu olhar...



Graça Campos, 17/09/2011.
CAMPOS, Graça. Poema. LUA, LUAR...



Um comentário:

  1. VIII CONCURSO PLÍNIO MOTA DE POESIAS 2011 (MACHADO-MG). FALEM COMIGO!

    A ACADEMIA MACHADENSE DE LETRAS (Machado-MG) comunica que estão
    abertas as inscrições para o VIII Concurso Plínio Motta de Poesias, do
    ano 2011.
    Entrem em contato para adquirir o Regulamento:
    a/c Carlos Roberto machadocultural@gmail.com
    ESTE CONCURSO ESTÁ ABERTO PARA TODOS!

    OBS: O VALOR DA INSCRIÇÃO ( 2 REAIS) PODE SER COLOCADO DENTRO DO ENVELOPE COM AS 6 CÓPIAS DA SUA POESIA.

    ResponderExcluir