domingo, 16 de outubro de 2011

UNS VERSOS


Soneto (Uns versos )


Acorda a voz da alma à procura
Do sonho que em serena madrugada
Buscando as relembranças da candura
Raia dourando o canto da alvorada

No despertar da essência que fulgura
Espelho a refletir a luz sagrada
Envolve em tons e cores de ternura
As pétalas da rosa perfumada

Vêm dos jardins, acordes, rima e verso
Da natureza emana o ser divino
Que o sonhador poeta deixa impresso

Na musicalidade ou no reverso
A poesia a encontrar destino
Nesta manhã que inspira um retrocesso...





Soneto (Avessos Versos)

E corre a tarde. E o sol arde lá fora
E junto ao peito a voz que a mim reclama
Insiste em dizer que ainda não é hora
Que o tempo há de saber por si, conclama.

É triste a emoção que sinto agora
O coração em brasa, dor que é chama
Vivera açoites, trevas de outrora
A escorrer suor que o amor proclama

Aos quatro cantos a voz acordada
Do sono mais profundo das lembranças
Vai recompondo a rosa perfumada

No cheiro da ternura à amada
As ressequidas pétalas, fragrâncias
Refazem a flor do tempo apaixonada...





Soneto III (Reversos)


Não sou poeta de escrever beleza
Escrevo a dor do amor, e o desafio
Vou detalhando em versos a realeza
Que a vida traz e leva em mar bravio

Ouço o trinar dos pássaros, fineza
Vejo oportuna a vida qual um rio
A correr breve em forte correnteza
E devolver-me a crença por um fio

E são motivos tantos que proponho
À flor, à poesia enluarada
Voltar à madrugada em que, no sonho,

Desperto o sentimento e componho
E sempre encontre a rosa desejada
Na cor do amor,  azul do céu, suponho...




Graça Campos, 15/10/2011
CAMPOS, Graça. Sonetos.
Imagens da web

5 comentários:

  1. Graça amiga : li várias vezes teus escritos...
    Cada postagem tua é uma linda surpresa poética.
    Você é única ao descrever tanta beleza, faz o
    leitor prender-se da primeira a última palavra.
    Parabéns pelos preciosos versos impregnados de
    tão belos sentimentos e deliciosa poesia.
    Jeronimo Sales.

    ResponderExcluir
  2. Obrigada, querido amigo: Você está sempre a incentivar-nos com seus gentis comentários.Um abraço fraternal,
    Graça

    ResponderExcluir
  3. Da maneira que gosto de sonetos... Esbaldei-me agora rsrsrs
    Mas continuo afirmando que esse "Soneto III(reversos)", lendo de baixo para cima, também faz sentido.
    Bjãooooo

    ResponderExcluir
  4. Embora seja uma ideia tola, gosto de comparar versos do mesmo autor, no caso a querida amiga Graça Campos. Claro que todos têm sua expressão, Graça é poeta experimentada, mas já que comecei, termino. Gostei mais do primeiro.

    Carinho,
    Jorge

    ResponderExcluir
  5. Obrigada, querido escritor, Jorge!
    Suas apreciações são valiosíssimas! Do primeiro? Sua escolha me incentivou, e muito! Meu carinho,
    Graça Campos

    ResponderExcluir