quinta-feira, 12 de abril de 2012

VOA, GAIVOTA!



Voa, gaivota, busca tua liberdade,
Pois a  essência que respiras
É a mais pura das fragrâncias
Da alma aflorando a imagem
De teu "eu" interior
Saudando a felicidade!...



 
Para LUFAGUE, poetamiga!

Graça Campos, 12/04/2012.
CAMPOS, Graça.VOA, GAIVOTA! Imagem daweb

2 comentários:

  1. Ser livre é uma das grandes aspirações do homem. Mui belo poema Graça, prazer em conhece-la. Bjo na alma!

    ResponderExcluir
  2. Ah que maravilha!Gracinha, passeando pelo Google me deparo com minha liberdade, maravilhoso o poema e o gesto carinhoso. Lindo presente! lisonjeada...Paz, sabedoria e linda inspiração sempre!

    ResponderExcluir