sábado, 23 de fevereiro de 2013

"PICO DO ITAMBÉ – UM PARAÍSO ECOLÓGICO


Foto Graça Campos Fev. 2012.


"PICO DO ITAMBÉ – UM PARAÍSO ECOLÓGICO

Santo Antônio do Itambé, montanhosa cidade mineira, ostenta em suas terras, inúmeras belezas naturais. Dentre elas, o ponto mais alto do ESPINHAÇO, o Pico do Itambé, com 2075 m de altitude, atualmente Parque Ecológico com Área de Proteção Ambiental.
Fundada por aventureiros em busca de ouro, diamantes e esmeraldas, tem sua origem em 1664. O nome ITAMBÉ é o mesmo desde a fundação. Na língua indígena, “ITA” significa pedra aguda e ´imbé’, plantas e cipós da serra. Por tradição religiosa portuguesa incluiu-se Santo Antônio no nome.
O Pico também conhecido como o FAROL dos BANDEIRANTES está entre campos, morros e serras, em meio às passagens, antigos caminhos dos garimpeiros e dos tropeiros, e riachos que correm formando belíssimas cachoeiras e praias naturais.
“Ita-imbé”, a grande pedra ou rochedo orientava e protegia aqueles que saiam de Ouro Preto a Diamantina, Serro, a Santo Antônio do Itambé...
Na língua Tupi (ita-aimbé-) significa pedra áspera pontiaguda.
A população da cidade dedica-se hoje quase totalmente à agricultura e mantém a tradição do cultivo da mandioca, que, segundo pesquisadores, era entre os índios, o alimento da dieta diária.

O ouro, a exuberância das montanhas e quedas d’água são tesouros da região. Além, existe maior riqueza, seu povo. A natureza humana, os trabalhadores da lavra, lavoura e da palavra, tão visíveis, representados em suores e poesias...
PICO DO ITAMBÉ, montanha desafiadora...




Graça Campos, 2007.
CAMPOS, Graça. Pico do Itambé. Um Paraíso Ecológico!
Ortubro de 2007.
Creative Commons License

Nenhum comentário:

Postar um comentário