sábado, 29 de junho de 2013

BRASIL... Um Novo Brado!




Junho de 2013. Em pleno ar de inverno, o país inteiro acordou.
Ouvem-se hinos daqui e dali. Emociona-me ouvir o Hino Nacional Brasileiro.
Estádios maravilhosos, jogos, torcidas. Tudo conforme os preparativos e reformas.
Mudanças, muitas mudanças. De postura cidadã principalmente.


Ar de Inverno, inverno “quente”, embora haja a temperatura natural da estação. As ruas, praças, avenidas, rodovias das maiores cidades tomadas pela voz de um povo admirável, por ser, em geral, trabalhador cheio de força e coragem. Sinto orgulho de ser brasileira, e sou parte do Brasil que sua a camisa para obter as conquistas da sobrevivência, porque prezo pela honestidade, e honro o que aprendi desde criança com meus pais. Aprendi que temos direitos e deveres. Aprendi que ser livre é ser responsável!

A indignação está em nosso rosto sofrido que ora grita e clama por mudanças.
A podridão já não se contém no esconde-esconde e as verdades vêm à tona mais e mais. Não por acaso, os ralos transbordaram a imundície e o esgoto malcheiroso das ações vergonhosas, frutos da ganância e da vaidade daqueles que logo, logo ao assumirem poderes, esquecem as primeiras lições... (que pai e mãe ensinam?)... Das regras e limitações que vêm do berço? Da bagagem histórica individual, dos valores éticos que deveriam ser levados avante às rampas, às cadeiras e aos palanques e palácios?

As notícias quentes vêm de árduos desafios e coragem em massa das ruas e avenidas.
O grito é único: Viver com dignidade! Torcida imensa, a maior de todas por causas benditas...
Um querer intenso de “amor eterno” e “paz no Futuro” honrando as “glórias do passado”.

Pátria amada, teus bons filhos não fogem à luta, cultivam as origens desde o berço às tradições ao túmulo com a grandeza da “Esperança.”.
Hoje, um novo brado ecoa muito além das margens de um rio, ultrapassa fronteiras, e há de alcançar sonhos brilhantes...
A sede é de justiça e nossa vida quer mais viço! Sonhamos alto! Nossos sonhos têm a ver com dignidade, com felicidade, e com bem comum...

Que nossos sonhos sejam como “nossos bosques” e, em “nossas vidas”, mais amor à própria vida!




Graça Campos, 25/06/2013.
CAMPOS, Graça. Texto. Um Novo Brado.

Creative Commons License

Nenhum comentário:

Postar um comentário