sábado, 20 de julho de 2013

INVERNO

 


Estação da elegância!
Armários remexidos...
Um cachecol daqui, um sobretudo ali.
O tempo esfria,
arrepia...
Encena “paradoxos”!
Aquece, alivia,
resfria...
Tropeços do adverso,
avesso!
Manhãs pálidas,
dias calmos,
noites cálidas!
Queijos e vinhos,
calientes...
Madrugadas branquinhas,
palavras de vapor
alforriando sentimentos...
Graça Campos. 25/06/2013.
CAMPOS, Graça. Poema. INVERNO.

Creative Commons License

Nenhum comentário:

Postar um comentário