domingo, 8 de setembro de 2013

VIDA MORENA


 
Solidão companheira,
Companhia de mim?
 
 
Solidão
Nó no peito
Tempo só...
 
Tão doído!
É ferida que dói
Bem do lado esquerdo!
 
Solidão,
Não me venha
Com essa artimanha!
 
 
Quero vida morena
de amor e amar...
 
De banhar-me no sol
bem serena
E fartar me de vida!
 
 
 
Graça Campos, 08/09/2013.

Nenhum comentário:

Postar um comentário