sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

CORAGEM DO RENASCIMENTO






Em algum lugar e um tempo,
há um espaço ameno,
onde a força da memória enfraquece a ira
dissolve a discórdia e argumenta a fonte do perdão!


Passos passeiam plenos, plácidos
e, a consciência, exala cheiro de rosas, 
sabor de comunhão.


Já não vagueiam os olhos
Não choram lágrimas de descontentamento.
Apenas um querer, mais que emoção,
 faz-se oportuna  fase de refazimento.
Dispensa a incerteza, dispersa a falsidade, e as desilusões...


Passos passados, descompassados,
passaram  pela alquimia  da dor...

O presente esperou!

Sonhos se abrem de portais iluminados  
vão  percorrendo  alamedas  do saber
e acordam os gestos transparentes
em cada amanhecer...


O ser desnudo, já cristal lapidado,
em frasco de amor se alteia,
amplia a coragem do renascimento...



Graça Campos, 13/12/2013.
Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-No .Derivative Works 3.0 Brasil License.

Nenhum comentário:

Postar um comentário