sábado, 13 de setembro de 2014

ARIANA





No vermelho de Marte,
E nas cores brilhantes
Do amarelo, e o escarlate
A coragem, otimismo ante a vida.





Eu sou semente, que reza o início
Amor fecundo, cristal me lapidando
Impaciente, em fases e desvios
Quando, impulsiva, vou me aventurando...








Graça Campos, 28/01/2013.
CAMPOS, Graça. Poema. ARIANA.


Lincença Criative Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-No Derivative Works 3.0 Brasil License.

Nenhum comentário:

Postar um comentário