sábado, 13 de setembro de 2014

UM NOVO HOMEM







Um novo Homem
Ventre rasgado, choro, novo cenário!
Um novo homem surge das entranhas
Do seu mundo...

É mãe e filho na luta, são lágrimas, gemidos
Vem o rebento rompendo barreiras
A buscar renascimento
Na complacência do ventre
A força que avança é direção à vida!
Um novo homem nasce,
Revê a nova trilha
com esperança...

 Mãe generosa dá à luz, e empresta-me coragem
Para que eu possa  nascer,
e  renascer...
O meu primeiro choro ainda é temor
do não saber...
Certo tremor me invade
Diante de outro tempo oportuno,
Guardo que é a dor, por meta evoluir,
Plantar o amor!
O velho e o novo, laços experientes
Das eras  cíclicas da natureza
Buscas infindas do chamado ser
O “Crescer” é amar a própria vida!




Graça Campos, 28/06/2014
Maria das Graças Araújo Campos, MG BRASIL
http://silviamota.ning.com/group/antologia-imagem-e-literatura/forum/topics/um-novo-homem

Lincença Criative Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-No Derivative Works 3.0 Brasil License.

Nenhum comentário:

Postar um comentário