domingo, 28 de setembro de 2014

Uma Lágrima




Uma lágrima cristal camaleão
Toma o tom da face
Que oferece a cor do alento
Uma só que surge no canto dos olhos
Como conta-gotas
Cantarolando um enredo
Pérola não meramente jogada
Simplesmente desliza
E desenrola muito mais que apenas emoção...
Lágrima, lágrima
Cristal furta-cor
Não é de sangue, nem dor
Nem de uma coisa qualquer...

É lágrima Oceano
Escudo
Do próprio AMOR! 


Graça Campos






Lincença Criative Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-No Derivative Works 3.0 Brasil License.

Nenhum comentário:

Postar um comentário