terça-feira, 23 de setembro de 2014

Valsa das Flores






Em instantes haverá festa no grande salão nobre. Movimentam-se as personagens destaques da mais bela estação. Já se percebe o brilho das próximas horas, e dá gosto observar extenso e aveludado tapete verde claro, mesclado de luz. Haverá festa de cheiro e cor. Românticos olhares que, certamente, vão rodopiar de emoção. Eis o cenário da estação onde a vida convida a bailar.
O ar inspira esplendor. Poetas flutuam em fragrâncias líricas. Tudo conspira ao som da sinfonia em que a musicalidade é sabor de mel e beija-flor. Os beijos estão em alta. Os afagos se superam. Vento afinado sopra notas encantadas. E o tempo é chuva de celebração. 
Respira-se olor de terra orvalhada e, em gotas cristalinas, ouvem-se os passos mágicos da força natural da deusa. Flora vem anunciar o novo ao som da orquestra requintada das mais finas melodias, entre luzes, movimentos e cores.  Sabiás e o rouxinol vizinho entoam mavioso canto. Vêm vindo faceiras borboletas.
O vento está apaixonado. Um sonhador!  Quando vê flor, toca suave e cochicha recados entre as pétalas. Tudo é harmonioso no imenso palco  iluminado. Os portões já se abriram para dar passagem às divinas damas e cavalheiros que se acham nos retoques finais para se apresentarem. São os sagrados seres primaveris que renascem tingindo a vida de mágico multicolorido.
Trajes a rigor, vestidos em tecidos bordados, sedosos, rendados em tons inusitados adentram o salão e a música convida... Já estão valsando as rosas rubras de amor, violetas saudosas, alegres margaridas, elegantes tulipas assim como as singelas marias-sem- vergonha de serem felizes...
Como estão belos os galantes lírios e o majestoso ciclame ciumento ao ver a amada reparar na dança do girassol... Gérberas e mais damas com seus belíssimos brincos -de- princesa deslizam suave, ao centro das atenções. Valsam as flores mimosas do campo com seus caules dourados dobrando e sorrindo a quem quer que seja...
Um santuário! Flores expandindo doçura que chega aos céus...
E se beijam e se abraçam radiantes as personagens relevantes. Em intervalos, jasmins conversam e enviam recados à lua cheia (das meninas formosas). Dengosas, amores- perfeitos de cabelos feitos, vão ao toilette e ajeitam no colo, os colares de sépalas. Enfim, é hora de valsar sem demora até outra vez florescer a aurora. E assim todos os sonhos ficam grávidos e as quimeras se abrem à valsa de mil pétalas!

Bem próximo, suspiram apaixonados, enamorados entre alfazemas. Dessa vez, valsam os amores. É a primavera a pulsar exuberante aos olhos de todos. Que manjar! Deusa Flora a reinar!
Salve, salve o bailar! Bem-vinda, Primavera!

Maria das Graças Araújo Campos
VALSA DAS FLORES. 22/09/2014. MG/ Brasil.
http://silviamota.ning.com/group/primavera/forum/topics/valsa-das-flores?xg_source=activity
http://silviamota.ning.com/group/primavera/forum/topics/valsa-das-flores
http://silviamota.ning.com/group/primavera



Lincença Criative Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-No Derivative Works 3.0 Brasil License.

Nenhum comentário:

Postar um comentário