sábado, 13 de dezembro de 2014

Serro 2014 - 300 anos de elevação à Vila do Príncipe.

Pintar a cidade-mãe é  emoção, honra e privilégio!  Recados da alma artista que fala a voz do coração!

Serro 2014 - 300 anos de elevação à Vila do Príncipe.

Na Serra do Espinhaço os ventos frios eram chamados de  IVITURUÍ na linguagem ancestral.
“Morros dos ventos gelados ”Ivituruí", na língua dos primeiros habitantes, grupos indígenas  jês chamados pelos luso-brasieiros de "Botocudos. No idioma Tupi-guarani, (morro dos ventos gelados) ou (serro frio) atual cidade de Serro, patrimônio do Brasil, antes, Arraial das Lavras Velhas, referência mundial pela descoberta dos diamantes. Depois, Via do Príncipe, Serro Frio e  atual SERRO.

São 300 anos de elevação à Vila do Príncipe no dia 29 de janeiro de 2014.

Século XVIII- Caminho dos Diamantes e da Estrada Real, herança das minas, trilha dos desbravadores, Bandeirantes paulistas e nordestinos.

Século XXI O Serro são histórias fantásticas, relíquias, riqueza cultural, , beleza natural onde o rio escolheu jorrar aos pés  da escultural Pedra Redonda, o Jequitinhonha.  A cidade preserva a arquitetura colonial deste século casarios e arte barroca de valor universal.


Graça Campos, 13/12/2014.


Acervo de Augusto Carlos da Cunha Pereira e Ester Dolores


Lincença Criative Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-No Derivative Works 3.0 Brasil License.

Nenhum comentário:

Postar um comentário