segunda-feira, 30 de junho de 2014

JASMIM-MANGA


Jasmim-manga no meu jardim
A primeira flor!


INVERNO!
Paisagem esbranquiçada...
Esperei o amanhecer
E, em pose escultural, encontrei-a 
Cor de rosa flor, menina!
Jasmim-manga no meu jardim
A primeira flor!

O studio, o cenário? 
A LUZ (tímida das primeiras horas)... 
CÂMERA
ADMIR/AÇÃO...
Flashes de encantamento,
Flagrante fragrância
do dia!



Graça Campos, 29/06/2014.
Foto: 29/06/2014.  RecantodasFlores. 10:10 h.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-No Derivative Works 3.0 Brasil License.

quinta-feira, 26 de junho de 2014

SE VOCÊ VIER...



Venha sozinho, pelo atalho
que antes era nosso itinerário
em que a primeira e a última ramagem
ainda  guarda  nosso olhar e  juras
das noites de luar...


Que venha rindo ou choroso, emudecido,
Serei  silêncio até que  a sua voz
tenha coragem de  chorar, sorrir,
mas que desatem mágoas
de um tempo atroz
em que perdemos o melhor de nós!...


Mas, se você vier, quem sabe,
a um e outro beijo então lembrado
verá o céu inteiro pontilhado
e, cochichando, faremos pedidos,
daqueles que  a Lua é testemunha,
e rezaremos preces de amor!


Se você vier, o tempo fará festa de arco-íris,
não haverá mais tarde, nem talvez...
Acenderemos nossos candelabros
que há tanto tempo foram sufocados.
Vou me vestir de rendas, pés no chão,
E, à mesa posta, nossas deliciosas frutas
não faltarão!
Há de tocar a música infalível,
um ar de rosas rubras perfumadas
quase despetaladas a esperar...


Ah, se você vier!...




Graça Campos, 24/06/2014.
Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-No Derivative Works 3.0 Brasil License.

sábado, 21 de junho de 2014

SEMPRE-VIVAS!




Douram os campos as pequeninas flores
Salpicando vida longa, esses amores 

Erguem-se os holofotes das campinas
E se defrontam com as pupilas das meninas

Corajosas se entregam a bailar
o corpo esguio que expande a poesia
nascida nas cabeças artesãs
e as minúsculas pétalas divinas
pintadas de outras cores
se vão por entre as vias
decorando a vida,
sempre -vivas!





Graça Campos, 21/06/2014.
Poema. Sempre-vivas.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-No Derivative Works 3.0 Brasil License.

segunda-feira, 2 de junho de 2014

BEM-AVENTURADOS AQUELES QUE SÃO BRANDOS E PACÍFICOS...



Afável e Doce
Não basta o coração adocicado
se a mente se faz fel...
Gotejem, pois, na alma
a doçura do mel!

Graça Campos, 2 de junho de 2014.