domingo, 23 de outubro de 2016

Elos do Tempo - A força das existências

BODAS DE ESMERALDAS

Elos do Tempo - A força das existências
Templo sagrado, encontros marcados,
Corações esculpindo planos,
Plenas prosas mudas,
Instigantes poemas em sopros sutis silenciam o tempo...
Veio manso, o vento Zéfiro, trajando “As Horas,” trazendo Flora, sussurrando o início de uma nova história. Recomeço de vidas, ora, em passos, lado a lado!
Faces de veludo, ares de querubins, afins! Entre laços e abraços, exalando em frascos, alma de flores, a burilar desejos, e a desfazer pejos.

Com fragrância de rosas, e “Rastro” aromático (Lavanda e pétalas), em devaneios, delineava os cílios longos salientando o brilho das pupilas em descobertas infalíveis.
Testemunhas de amadeirado olor se revezavam com o cashmere Bouquet dos anos 70.
Paisagem montanhosa, casarões, chão de poesia e serenatas, veleiros da alma.
Pelas frestas das janelas, o amor em versos - melodias.
Havia também um adro, mais parecia um tapete gramado, verde esmeralda, que ouvia e ria das primeiras conversas tímidas. Assim, entreolhares, de mãos dadas, selaram-se os sentimentos.
E as confissões de ar apaixonado eram ventania incontida.


Primavera há quatro décadas! A quatro mãos, plantamos nosso chão de caminhar...
À flor da adolescência e a desfrutar a juventude, embarcamos em nossos voos céleres, sonhos azuis.
Silêncio rotineiro, face a face, atenta à fala de dois corações, que, aos poucos, se deixam levar além dos compromissos. Alquimia. Elos pingentes, sinalizando à tez da sensibilidade, estranheza de mar em rebuliço, desvendando os segredos de amar, amar...
Passo a passo, tropeços e quedas, braços de navegar, mergulhando e buscando aportar.

Foto arquivo pessoal Graça Campos

A vida entre nós dois aconteceu! E acontece. E a gente jamais esquece. Foram e são lutas, surpresas, saudades, belezas, acertos e desacertos, sorte e bênçãos, os ciclos à moda “Estações”, reaprendendo dias frios de alma hibernada, dias festivos de risos e valsas, dias de recolhimento e preces intensificadas, dias esperançosos. Mas, alimentando os sentidos de ser e estar aqui, na certeza de que, se se cuida do amor, regando-o de esperança, tudo passa!
A natureza da persistência nos torna fortes a encontrar alegria e sabor sagrado do pão nosso de cada dia.
Nossas manias?
Olho no olho, diálogo, altos diálogos a perder de vistas, a qualquer hora.
Nossos tesouros?
Um Trio essencial, essência vital. Criaturas, além de belas, angelicais, meninas que cresceram e se transformaram em mulheres fortes, guerreiras incansáveis. Propositais. "Graças”, filhas bondosas. Três amores, Três “Flores”.
Quanto querer e se doar, passar às crias, e delas receber, o que de mais concreto há da existência tão abstrata! Amor, esperança e dignidade!
De mãos dadas, nós, os dois adolescentes, vencemos medos e exigências e preferimos ser apenas “Nós” simplesmente, dando passagem à maturidade.

Temos as marcas, nitidamente, fio por fio, das expressões, rugas explícitas, se se reparam grandes histórias, partes notórias, que não se percam e se revelem que o amor é a nossa glória!
Gratidão pela família unida, a maior dádiva divina!
Filhas amadas, adoráveis netos e genros queridos.
Elos, reencontros! Bênçãos!



E, o que há de mais encantamento em nossas vidas? Envelhecer, tendo alma de criança.
Mas, ainda somos jovens, meninas e meninos!

Somos avós de cinco maravilhas! Sermos avós, é mágico, é adoçar a convivência, e cutucar a memória afetiva, é suspirar dobrado. É ter o privilégio de ser pai e mãe com açúcar! E se atrever a dar cambalhotas, para arrancar o sorriso dos netinhos.
A vida nos permite a oportunidade de lições incontáveis. Sendo assim, cultivemos sempre os bons sentimentos e o amor seja nossa trilha...
Festejando com imensa alegria, as nossas Bodas de Esmeraldas. 40 anos de união, respeito, amizade, e amor!
Obrigada, Deus! Obrigada a todos os que desejam a nossa união e a felicidade!


Maria Das Graças Araújo Campos, Elos do Tempo A força das existências....
Out/2016

Lincença Criative Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-No Derivative Works 3.0 Brasil License.

Nenhum comentário:

Postar um comentário