segunda-feira, 9 de maio de 2016

No Atelier... A casa dos sonhos acordados





A casa dos sonhos acordados
Desprendimento  do imaginário
Não, por acaso, espaço ampliado,
de todos os espaços, o escolhido,
 Místico,
Desmistificado...
 Fertilidade brotando em luz e sombra
Portos e cais de inspiração
Viagem- produção,
Viagens tais que se vão
Sem fronteiras, os ais em paisagens, 
Riso nas faces parece miragem...
Entre a  nudez e demais composturas,
As poses femininas são de tintas...
 Quadros da sede , e fome em gravuras,
Guernica!

Cenas do campo, suor e sol a pino.
Fartura de quintais, e mesas
Gordas...
Na exuberância das floreiras, a natureza é morta viva em cores
Cena de amor verde, maduro, já desfeito,
Ondas marinhas no vai e vem dos remos...

Na perfeição dos traços anatômicos,
Autorretratos por finalizar!
 É a existência sem vazio que transpira
 Entre ciência e certa de razão,
Sem ser razão...
Floração que aflora em sintonia,  
Sopros de tintas dos pincéis alados,
E os sonhos tais emanam cores
No brilho dos brocais...
Linguagem essa,  soma de idiomas
Universal e mestra,
Olhares pensam a iconografia,
Decifram a poesia esculpida,
Pintada,  
Desenhada,
Sentida
No atelier que acorda e se revela!




Maria das Graças Araújo Campos
Graça Campos, No Atelier...
A casa dos sonhos acordados. 09/05/2016

Lincença Criative Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-No Derivative Works 3.0 Brasil License.

domingo, 8 de maio de 2016

08 de maio - Dia do artista plástico



08 de Maio - Dia do artista plástico
Expressar ideias, sentimentos e impressões, registrando-os em atividades diversificadas, é necessidade transformada em habilidade do ser humano a partir do nascimento. E desde os primórdios.
Através da sensibilidade, do desejo de expor o pensamento, os fatos, o artista desenha, pinta, grava, esculpe o que vê, o que pensa, o que sente, exterioriza se inspirando, não raro, em pormenores do quotidiano.
A arte contém mais emoção do que, provavelmente, fatos exatos, realidade em si. É detalhe de passado e presente em se delineando o futuro, o que leva a reflexões e incontáveis releituras... Existiria mostra mais autêntica de se escrever alguma história? Ou forma ou sentimento?
Creio ser o que exprime a essência , quando anteriormente, se vê apenas captação, visão do imaginário, em comunicação do eu, soma dos “eus”, da singularidade, para externar o mundo real em conexão com o invisível. Ao coletivo!
Artes e artistas são para o universo.
Em 8 de maio de 1950, oficializou-se o Dia do Artista Plástico Brasileiro por ser a data de nascimento de José Ferraz de Almeida Júnior, Itu (SP) em homenagem ao ícone das artes brasileiras, século XIX, que soube retratar com perfeição, a infância, a religião, o homem do interior e sua cultura. Dentre suas obras mais famosas estão “O Violeiro”, “Moça com Livro”, “Picando Fumo”, “Caipiras Negociando”.
Morreu assassinado dia 13 de novembro de 1899, em Piracicaba (SP).

Maria das Graças Araújo Campos, 08 de maio - Dia do artista plástico.
Graça Campos, 08/05/2016.


Lincença Criative Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-No Derivative Works 3.0 Brasil License.

Filhas de meu coração e alma e ventre!


Dedicado às minhas  filhas, eternos amores!
Filhas de meu coração e alma e ventre! 

Terno, 
um coração que a qualquer hora 
outrora e agora
dia e noite vigilante acordado
Batendo firme e forte
Em silêncio e grito
Constantemente em prece e rito
Aceso, 
vivo, a qualquer sinal 
Vidas de minha vida 
À terra emprestada
Filhas de meu coração, de alma e ventre,
Florzinhas do altar de nossa casa 
em cada ponto e canto 
os encantos, 
Encontros marcados, 
reencontros,
De filho (a) e mãe em cheiro, amor, e sonhos
Por tudo que é de mais sagrado,
Regadas com o mais forte amor

"flores" de meu coração materno!


Filhas de meu coração e alma e ventre
MARIA DAS GRAÇAS ARAÚJO CAMPOS, 08/05/2016. 
Filhas de meu coração e alma e ventre!

Dedicado à Karina, Luciana e Viviane, filhas, eternos amores!



Lincença Criative Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-No Derivative Works 3.0 Brasil License.

sexta-feira, 6 de maio de 2016

Prêmio- OS VESTIDOS VERMELHOS DO MOINHO (Crônica ).



Rugem sentidos que sonhados foram e, em detrimento, doídos ais do cais ao porto são apenas noturnos expoentes que se misturam às plumas e absintos suspirando verdades de sua sinas, inebriando- se dos frascos da memória camuflada temporariamente.  
Mulheres do Moinho, em seus trajes carmim, são "Damas da Noite", pois que seriam damas desde que nasceram, despidas  ou  vestidas, eternas  e belas Mulheres do Moinho, vestidas de Vermelho...

MARIA DAS GRAÇAS ARAÚJO CAMPOS.  OS VESTIDOS VERMELHOS DO MOINHO. Graça Campos. 

MÃE CIGANA


MÃE CIGANA
Essência feminina
Gitana
desde menina com seu riso e tranças,
andanças pelas sinas
Alma de mulher  sobrevivente do vento que toca as faces,
E revela os segredos  de ser
Afirmação
em todo o corpo e mente
Raio de Sol que aquece e vivifica a terra,
faz brotar sementes da alegria,
e vigorar os sonhos, tradições e encantos:
 Virgindade, fidelidade, coragem!
Cigana mãe, sustento de teus filhos
Que Nela buscam e sabem a proteção ,
Mãe generosa!
Fertilidade é sorte!
Amor de mãe é equilíbrio  e referencial,
Salve, salve!
Abençoado seja, eternamente, colo de todas as mãe,
oh mãe cigana!


Maria das Graças Araújo Campos. MÃE CIGANA. 06/05/2016.
Graça Campos,  MG. Brasil.


Lincença Criative Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-No Derivative Works 3.0 Brasil License.

quinta-feira, 5 de maio de 2016

MATERNIDADE




A força que impulsiona e gera vidas!
Permissão  divina!
Desejo de cuidar, doar-se, 
Criar com todo zelo, acompanhar, ensinar,
Ver o filho crescer, desenvolver,
Ser humano do bem,
Feliz!
Esse ser com o qual a mulher se põe a sonhar,

E amar

Muito antes de concebê-lo.

Um sentimento que aflora sem par,

Sem medida que possa alcançar tal dimensão!
Amor sem fim,
Amor eterno, 
Maternidade!
Maria Das Graças Araújo Campos. 05/05/2016.

Lincença Criative Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-No Derivative Works 3.0 Brasil License.