sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

APLAUSOS e "APLAUSOS"


Rituais fazem parte do comportamento humano. No entanto, o que mais fortalece qualquer atividade ou obra exposta, acredito ser uma pequena gota de felicidade pelo ato criativo e corajoso de se mostrar e romper barreiras, quiçá, timidez recolhida, que soube bater asas e ganhar seu próprio espaço no "mundo"...
Mostra consciente merece aplausos, se espontâneos, que maravilha! São boas e bem-vindas energias do universo de cada qual.
Aplausos, se falsos, ganham ecos falidos, ou tão curtos que se perdem aos ouvidos o quanto antes. O que fica da expectativa de algum reconhecimento é a força da vida no caminhar, na busca do novo, na ânsia das descobertas e de um novo ritmo que não seja enfadonho, mas sincero em compassos harmônicos, saudando uma palma, que seja, um aplauso, aquele do brilho do olhar de quem vê com os olhos da alma e sabe despertar no outro, a vontade de ter a parceria do bem-quer...



Maria das Graças Araújo Campos

Graça Campos Inspirada no texto Falsos Aplausos
Lincença Criative Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-No Derivative Works 3.0 Brasil License.

Nenhum comentário:

Postar um comentário