terça-feira, 9 de maio de 2017

ELAS, LAVOISIERAS BELAS...



ELAS, LAVOISIERAS BELAS...

Olhares ficam enfeitiçados , oh, cerrados...
Meninas damas, belas e faceiras,
Delírio dos prados,  solos mineiros!
Vestidas  ao vento, desnudam  pensamentos,
dançam   valsas azuis e levam às alturas,
montanhas de sonhos...
 Delicados buquês,  leves criaturas,
benditas flores do cerrado,
Quimeras...
Elas, Lavoisieras  Belas...


Maria das Graças Araújo Campos. Elas, Lavoisieras Belas...

Graça Campos /2017





Poema e pintura, Da Série FLORES DO CERRADO. Maria das Graças Araújo Campos. Graça Campos.
Lincença Criative Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-No Derivative Works 3.0 Brasil License.

Nenhum comentário:

Postar um comentário