quarta-feira, 10 de maio de 2017

Serro, de minhas raízes...


Serro, de minhas raízes, onde vivi toda a infância e adolescência cercada de montanhas, 
de fé e riqueza humana que fazem parte do “acervo memorial” de um torrão que me encanta. 
Alto Azul do Espinhaço.
Pintura a óleo: Serro, Igreja e Museu 

Artista plástica: Graça Campos 

Nenhum comentário:

Postar um comentário